O Papel do Homem

É triste quando um homem não sabe o seu papel...
Não sabe o seu papel de homem...
Não sabe o seu papel de esposo...
Não sabe o sabe o seu papel de pai...
Não sabe o seu papel de filho... 
Não sabe o seu papel de profissional... 
Não sabe o seu papel de Filho e Servo de D'US PAI.

Pior que não saber é quando este homem sabe, mas finge não saber. Finge que não é com ele. Não recebe para si o encargo. Ele mesmo não tem um projeto para desenvolver e nem ajuda no desenvolvimento do projeto de ninguém; nem mesmo ajuda aos projetos de D'US. 

Este homem esquece que cumprir o papel que D'US tem para ele nas diversas áreas de sua vida é o mesmo que receber um sonho de D'US, torná-lo seu projeto pessoal e desenvolvê-lo para a vitória de sua vida. 

Ficar parado. Não realizar. Não desenvolver nada é como está em Provérbios 6:6 a 11: “Vai ter com a formiga, ó preguiçoso: olha para os seus caminhos, e sê sábio. A qual não tendo superior, nem oficial, nem dominador, prepara no verão o seu pão: na sega ajunta o seu mantimento. Ó preguiçoso, até quando ficarás deitado? Quando te levantarás do teu sono? Um pouco de sono, um pouco tosquemejando, um pouco encruzando as mãos, para estar deitado; assim te sobreviverá a tua pobreza como um ladrão, e a tua necessidade como um homem armado.”

Agora, ter um sonho. Ou melhor, pegar um sonho de D'US e transformá-lo em seu projeto pessoal tendo qualificação e capacitação para tal, iniciar com sabedoria, desenvolver com perícia e perspicácia e concluir com vitória, é o que vemos na história formidável de Neemias.

1- Qualificação e Capacitação: Era um homem bem quisto pelo rei, servia na corte e ao próprio rei porque era educado, refinado e preparado para isto. Recebeu benesses do rei para tocar em frente o seu encargo.

2- Iniciar com Sabedoria: soube evitar e neutralizar as contaminações desanimadoras e os empecilhos de Sambalá, Tobias e Jesén e outros levantes do povo judeu (querelas).

3- Desenvolver com Perícia e Perspicácia: Cronograma de atividades das restaurações, organização das tarefas e distribuição das responsabilidades sem se esquecer da proteção com homens armados.

4- Concluir com Vitória: Terminar uma grande obra de mais de 2.600 metros de muralhas, algumas delas reconstruídas, desde a fundação e enormes portas de madeira que davam acesso a Jerusalém em apenas 52 dias e depois retornar à corte do rei e viver em honra perante seu soberano. 

שלום וברכה - Shalom u´vrachá! - Paz e Bênção!
Pastor Eder Pinheiro - www.comunidademakadesh.com

Comments