Mensagens‎ > ‎

EM CASA, DEBAIXO DAS ASAS

postado em 10 de mai de 2011 14:06 por Usuário desconhecido
Existem buscas inacreditáveis! Buscas que geram uma apreensão enorme dentro do peito. Falamos para nós mesmos que é preciso alargarmos as estacas, conquistarmos novos territórios e alçarmos mais altos vôos. Oramos, jejuamos, choramos, suplicamos, mas a coisa não acontece.
 
Algumas vezes a limitação castradora, que nos é imposta por circunstâncias estanques, nos exaspera e aumenta ainda mais nossa angústia interior. É difícil quando se quer ir além mas tudo nos mantem no mesmo lugar e não nos deixa prosseguir. Só conseguir olhar para o alto enquanto os pés continuam fincados no chão é sofrível para quem sente tanta vontade de percorrer novos caminhos.
 
E então, o que fazer? Abandonar os sonhos? Calar esta chamada cujo grito ecoa por cada célula? Se atirar com a cara e com a coragem de peito aberto neste desconhecido? Não dar a mínima e se lançar? Fechar os olhos e pular?
 
Vou pegar aqui um "gancho" na expressão "fechar os olhos". Aproveitarei estas palavras para propor que os olhos sejam mesmo "fechados" para as circunstâncias limitadoras presentes e também para os sonhos tentadores futuros para que sejam "abertos" apenas para D'US. A proposta consiste em buscar em D'US os elementos essenciais para que o primeiro passo rumo ao alvo seja enfim dado porém acertadamente, da forma certa, no momento certo, no local certo, com os recursos certos e com o impulso certo.
 
Vale à pena lembrarmos do mar, pois na maré baixa ele não está fraco nem fugindo, mas sim recobrando forças para voltar muito mais forte na maré alta.
 
Olhar para D'US  e aguardar até o momento em que o PAI der a "bandeirada". Até então, até que não chegue este momento, nada de angústias. Aproveite este tempo para arregimentar todas as forças necessárias e quando D'US der o sinal, parta em disparada para a vitória.
 
Nem sempre é o diabo ou os demônios que causam esta situação, se for, aja contra eles como um verdadeiro guerreiro do D'US DOS EXÉRCITOS.
 
Às vezes pode ser apenas o zelo do PAI, mantendo o filho em "casa" debaixo de Suas "asas". Apenas o PAI querendo e dando tempo ao filho para que ele fique mais forte, seja mais preparado, esteja mais maduro, tenha mais sabedoria e desenvolva melhores estratégias para depois partir para as suas conquistas.
 
Pense nisto!
 
Shalom, Abração,
 
Pastor e Profeta Eder Pinheiro
Porque todo o Plano de D'US em nossas vidas começa e continua com a santidade!
 
Comments