A Graça no contexto do Arrependimento e do Perdão

שלום אחי הקרובים של ישוע - Shalom de YESHUA! - Paz de JESUS!  

A Graça no contexto do Arrependimento e do Perdão

Sabemos que só o arrependimento não basta, ele deve alcançar o perdão de D'US pelos pecados cometidos. Também errar, se arrepender e ser perdoado constantemente na mesma falha pode criar um ciclo de contaminação viciosa que não alcança méritos espirituais na presença de D'US e acaba comprometendo o Plano de Salvação desta pessoa. Realmente o que salva o homem é a fé e a graça, mas ser um homem cheio de fé e graça que acaba pecando também acaba por comprometer o seu Plano de Salvação. 

O mistério da reabilitação de uma pessoa na presença de D'US, sua justificação perante o PAI extrapola a concepção humana e o homem não tem como descrever este âmbito com muita propriedade, simplesmente, porque não é o homem que responde ao homem, mas sim D'US que lhe responde no contexto do pecado, do arrependimento e do perdão. Esta resposta ao pecador parte de D'US e não da condição humana. 

Cabe ao homem apresentar a D'US a dor do reconhecimento da falha, a sua mudança de rota e sua profunda e verdadeira mudança de pensamentos e atitudes. A partir deste ponto é ter fé e esperança que sua nova postura íntima e exterior, isenta do pecado, alcance a graça na presença de D'US. Mas também algo puramente espiritual pode acontecer mudando o perfil de desdobramento de tudo. Ou seja, D'US pode derramar sobre esta pessoa que está em pecado uma graça tal que a constranja de tal forma e a leve ao arrependimento e a alcançar o perdão de D'US. 

Vemos aqui uma ação espontânea do ESPÍRITO SANTO em favor desta vida e nada podemos determinar neste caso porque não comandamos o ESPÍRITO DE D'US. Assim acabamos por perceber duas possibilidades na operação da justificação: 
. a pessoa se arrepende com dor íntima e apresenta a D'US sua nova postura sincera na esperança de alcançar o perdão;
. ou, D'US constrange a pessoa pela graça a se arrepender, sentir a dor íntima e a mudar sua postura e assim ser perdoado.

Este é o mistério, pois tanto o homem pode falar a D'US da sua dor e do seu arrependimento e D'US lhe responder com seu perdão, como pode D'US falar ao homem sobre o seu pecado e este sentir a dor íntima e responder a D'US com seu arrependimento e ser perdoado. 

Devemos, então, examinar a nossa consciência e verificar se não há uma dor íntima nos levando ao arrependimento de pecados, já sabendo que esta dor pode estar sendo provocada pela nossa consciência mediante o pecado ou, simplesmente, pela voz D'US falando direto aos nossos corações.


שלום וברכה - Shalom u´vrachá! - Paz e Bênção!   

Pastor e Profeta Eder Pinheiro   
C.E.M - COMUNIDADE EVANGÉLICA MAKADESH   
www.comunidademakadesh.com | eder.pinheiro@comunidademakadesh.com      
"Porque todo o Plano de D'US em nossas vidas começa e continua com a santidade!"